BIOMAS BRASILEIROS E DEFESA DA VIDA

Publicado em 23 de setembro, 2017, em Destaque, Notícias

O Observatório FG do Semiárido Nordestino e a Paróquia Santo Antônio realizaram, na última quinta-feira (14), um ciclo de debates sobre a preservação dos biomas regionais. O evento, que aconteceu na sala 31 do campusFG, contou com a participação do Pe. Eutrópio Aécio de Carvalho e de Eneida Pereira Bomfim, além da comunidade acadêmica.

Com o tema “Biomas brasileiros e defesa da vida”, a mesa de discussão foi mediada pelo Prof. Thomas Leonardo Marques, um dos coordenadores do Observatório FG.  O Pe. Eutrópio Aécio de Carvalho falou sobre o compromisso da Igreja Católica com a comunidade local e a necessidade do fortalecimento de alianças entre academia e Igreja, com o objetivo de enfrentar os desafios cotidianos, sobretudo as questões ambientais.

“A iniciativa da mesa-redonda sinaliza o quanto é possível e necessário o diálogo da faculdade com o meio onde ela está inserida. Ao refletirmos sobre os biomas, fomos conduzidos ao encontro também das ameaças que todos sofremos aqui em nossa região, quando, em nome do desenvolvimento, se degrada tanto os recursos naturais  quanto a própria vida humana”, afirmou o padre, que é assessor diocesano da Pastoral Universitária.

O debate também contou com a participação de Gilmar Ferreira dos Santos, agente da Pastoral da Terra, que destacou os conflitos regionais que envolvem a relação entre homem e biomas. Santos falou sobre os conflitos de terras, trabalhistas, grilagem, agressão ao meio ambiente e desrespeito às comunidades tradicionais.

O Prof. Dr. Daniel Braga Lourenço, docente do Mestrado em Direito da Faculdade Guanambi, destacou os aspectos fáticos e científicos que respaldam as proteções jurídicas para o desenvolvimento de um meio ambiente ecologicamente equilibrado. Lourenço falou sobre os aportes constitucionais e infraconstitucionais, trazendo uma visão jurídica sobre o tema discutido. Também participaram da mesa de debates a Profa. Dra. Ana Luisa Cortes e Juliano Vilas Boas, representante do Centro de Agroecologia no Semiárido.

A Profa. Deborah Marques, coordenadora do Observatório FG, destacou que a mesa-redonda consagra um momento ímpar de trabalho contínuo do Observatório FG com a comunidade, “pois demonstra que o Observatório, além de ser um centro de pesquisa multidisciplinar, é também um canal de apoio de debates comunitários que visam o acesso à informação e à melhoria da qualidade de vida das populações que integram o Semiárido”.

CompartilheTweet about this on TwitterShare on Google+Share on Facebook
Mapas Interativos Geoinformações sobre o Semiárido Nordestino Mapas Diversos Geoinformações sobre mapas dirversos Assine nossa newsletter Receba notícias, boletins e publicações Biblioteca do Semiárido Artigos, relatórios, teses, dissertações e monografias

PESQUISAR


ÚLTIMAS NOTÍCIAS MAIS NOTÍCIAS

Av. Barão do Rio Branco, 459, Centro
Guanambi - BA, 46430-000

Tel.: 77 3451-8400
E-mail: observatorio@faculdadeguanambi.edu.br

Sigan-nos:
CompartilheTweet about this on TwitterShare on Google+Share on Facebook
Todos os Direitos Reservados. Faculdade Guanambi.