Observatório UniFG recebe visita de coordenador de área da CAPES

Publicado em 09 de fevereiro, 2019, em Destaque, Notícias

O Observatório UniFG do Semiárido Nordestino recebeu, na tarde desta quinta-feira (07), a visita do Prof. José Roberto Mineo, coordenador da área de ciências biológicas III da Diretoria de Avaliação dos Programas de Pós-Graduação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e docente da Universidade Federal de Uberlândia. Com vasta experiência na área de Imunologia, Biologia Celular e Molecular e Bioagentes, o professor pôde conhecer as instalações e as pesquisas desenvolvidas pelo Observatório.

Na ocasião, estiveram presentes a Pró-reitora de Pesquisa, Ensino e Extensão, Profa. Blície Rocha; os Coordenadores do Observatório, Prof. Carlos Magno e a Profa. Deborah Marques; docentes da instituição e os alunos dos projetos de Iniciação Científica do Observatório.

O objetivo da visita foi apresentar ao coordenador informações técnicas e científicas produzidas pelo Observatório acerca do Semiárido Brasileiro que tem contribuído para o desenvolvimento regional, como explica o Prof. Carlos Magno. “Essa tarde foi muito especial, porque nós tivemos a oportunidade de apresentar ao prof. José Roberto a nossa estrutura física, como é feita a integração do ensino médio com o ensino superior, a forma transversal com que nós desenvolvemos os projetos e a importância social que o Observatório tem adquirido nesses cinco anos de existência”.

Para o coordenador de área da CAPES, Prof. José Roberto, o que mais lhe impressionou foi a pluralidade de temas das pesquisas, envolvendo as três grandes áreas do conhecimento, a de humanidades, de exatas e ciências da vida. “Eu acredito que, com todas as informações recebidas aqui, podemos dizer que esse núcleo de pesquisa é um núcleo formador de recursos humanos, e isso demonstra o grande diferencial da UniFG. É preciso conhecer as realidades locais e sua biodiversidade, seja ela vegetal ou animal, para que no futuro, não venhamos perdê-la. Por isso, é necessário o acesso constante a esse conhecimento. O que eu encontrei aqui foram pessoas altamente qualificadas, dedicadas, dispostas a dar uma resposta, através de pesquisas, inovações, a sociedade brasileira, em especial a regional”, explana Mineo.

Observatório UniFG – O Observatório UniFG do Semiárido Nordestino é um centro de referência técnico, socioeconômico, jurídico, ambiental e da saúde, com o intuito de nortear projetos, desenvolver pesquisas e ações que contribuam com o desenvolvimento do semiárido. Possui características multidisciplinares, buscando contribuir para a formulação e implantação de políticas públicas.

Foi criado com o objetivo de produzir conhecimentos via diagnósticos socio-espaciais, articulando projetos de extensão com disciplinas nos vários cursos de graduação e pós-graduação do Centro Universitário UniFG. Nesse contexto, o foco do Observatório UniFG do Semiárido Nordestino é a investigação científica aplicada com o intuito de socializar informações e potencializar pesquisas.

Visando fomentar políticas públicas e dar aplicabilidade às pesquisas, o Observatório tem realizado parcerias colaborativas com o Consórcio Público de Desenvolvimento Sustentável do Alto Sertão. Instituído em 2013, o Consórcio tem o objetivo de contribuir para a elaboração de propostas para o desenvolvimento regional, inclusive realizando debates e executando estudos em parceria com o Observatório.

CompartilheTweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Mapas Interativos Geoinformações sobre o Semiárido Nordestino Mapas Diversos Geoinformações sobre mapas dirversos Assine nossa newsletter Receba notícias, boletins e publicações Biblioteca do Semiárido Artigos, relatórios, teses, dissertações e monografias

PESQUISAR


ÚLTIMAS NOTÍCIAS MAIS NOTÍCIAS

Av. Barão do Rio Branco, 459, Centro
Guanambi - BA, 46430-000

Tel.: 77 3451-8400
E-mail: observatorio@centrouniversitariounifg.edu.br

Sigan-nos:
CompartilheTweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Todos os Direitos Reservados. Faculdade Guanambi.