Prof. Gabriel Cotrim participa da Oficina de Planejamento do 2º Ciclo do PAN Rivulídeos

Publicado em 16 de dezembro, 2019, em Destaque, Notícias

Entre 9 e 12 de dezembro, ocorreu a Oficina de Planejamento do 2º Ciclo do Plano de Ação Nacional para Conservação dos Peixes Rivulídeos Ameaçados de Extinção – PAN Rivulídeos. O professor do Centro Universitário UniFG Gabriel Cotrim esteve presente à oficina, que reuniu 55 representantes de órgãos de todo o país. O Prof. Cotrim é Conselheiro do CODEMA (Conselho Municipal De Meio Ambiente de Guanambi) e pesquisador do Observatório UniFG do Semiárido Nordestino. O segundo ciclo do PAN rivulídeos teve novamente a coordenação da analista ambiental do CEPTA/ICMBio Izabel Boock.

A participação na oficina de Planejamento do 2° Ciclo do PAN foi proposta pelo CEPTA/ICMBio e vislumbra também fortalecer ações oriundas da parceria efetivada desde 2017 entre o Observatório UniFG do Semiárido nordestino e o CEPTA/ICMBio que admite o desenvolvimento de pesquisas aplicadas sobre  os peixes rivulídeos ameaçados de extinção e listados na Portaria MMA n° 445/2014, que somam 125 espécies. A oficina foi realizada na ACADEBio, localizada na Floresta Nacional de Ipanema (FLONA de Ipanema), no município de Iperó/SP.

Na reunião de preparação para a oficina, ocorrida em julho, foram identificadas as principais ameaças a essas espécies de peixes e, na reunião de dezembro, foram determinados objetivos para se atuar sobre esses eixos de ameaça. A partir do debate entre especialistas e representantes de órgãos ambientais, foram detalhados os objetivos do PAN e as ações a serem executadas, em âmbito nacional, para se atingir esses objetivos.

O Prof. Gabriel Cotrim considera que a reunião foi extremamente produtiva, capaz de traçar objetivos e ações efetivas. “Acredito que conseguimos elaborar um plano de ação para as espécies com um nível de riqueza maior que o do primeiro ciclo. Vamos conseguir atuar com mais efetividade na conservação dessas espécies de peixes”.

Os rivulídeos compõem a família de peixes continentais mais ameaçada do Brasil. Para o Prof. Cotrim, a oficina conseguiu reunir e mobilizar diversos atores para enfrentar essa questão. “Foi possível também sensibilizar representantes de uma maior quantidade de órgãos públicos vinculados a essa temática, de todo o país”, conclui.

O Plano de Ação Nacional para a Conservação dos Peixes Rivulídeos Ameaçados de Extinção – PAN Rivulideos, tem como objetivo estabelecer mecanismos de proteção e anular a perda de hábitat dessas espécies. Os rivulídeos são peixes de pequeno porte que vivem em ambientes aquáticos sazonais formados durante as épocas chuvosas. Seus ovos sobrevivem sob a terra durante os meses da estação seca, eclodindo logo após as primeiras chuvas.

CompartilheTweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Mapas Interativos Geoinformações sobre o Semiárido Nordestino Mapas Diversos Geoinformações sobre mapas dirversos Assine nossa newsletter Receba notícias, boletins e publicações Biblioteca do Semiárido Artigos, relatórios, teses, dissertações e monografias

PESQUISAR


ÚLTIMAS NOTÍCIAS MAIS NOTÍCIAS

Avenida Pedro Felipe Duarte, 4911 - São Sebastião
Guanambi - BA, 46430-000

Tel.: 77 3451-8400
E-mail: observatorio@centrouniversitariounifg.edu.br

Siga-nos:
CompartilheTweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Todos os Direitos Reservados. Faculdade Guanambi.